sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Método John Place para memorizar textos

Amigos, favor comentar as postagens - essa é a única maneira que tenho para avaliar meu trabalho e receber críticas e sugestões de outros temas a serem debatidos.

Como estou dando um curso no RJ, decidi postar novamente um antigo artigo meu. Espero que gostem.

Em abril de 2007, escrevi um texto sobre o fenômeno da reminiscência. Na época, esse texto surgiu como uma resposta a uma pergunta frequente em meus cursos de memorização: "as técnicas de memória dispensam a memorização pela repetição?". É óbvio que não! A repetição é essencial durante qualquer processo de memorização, ainda que você seja um mentatleta.

No campeonato mundial de memória, existe uma prova chamada "hour cards", onde tentamos memorizar o maior número de cartas de baralho em apenas 1 hora. O interessante é que gastamos mais tempo repassando as cartas do que realmente memorizando-as. No mundial de 2007, memorizei a ordem de 6 baralhos recém embaralhados em cerca de 15 minutos. No entanto, para garantir a quebra do recorde latino-americano de cartas memorizadas em 1 hora, preferi dispensar todos o tempo que me restava repassando cada carta de cada baralho (312). É claro que não fiquei repetindo as cartas como um papagaio em minha cabeça. Eu simplesmente utilizei a sinestenesia e o fenômeno da reminiscencia de maneira adequada. John Place desenvolveu um método de memorização simples e eficaz, também baseado na utilização correta desses princípios da memória.

O método de John Place

John Place é um bem sucedido professor universitário, formado em Gerenciamento de Sistemas de Informação, pela Universidade de Missouri, formou com a maior nota de sua sala. Após a faculdade, ele investiu na carreira de programador e arquiteto, obtendo aumento constante de seu salário. Atualmente, ele é professor universitário e fornece consultoria em motivação em diversas grandes empresas nos EUA.

Na faculdade, ele memorizou 7 capítulos (mais de 23.000 palavras) de seu livro texto de psicologia. Ele era capaz de realmente recitar os 7 capítulos na íntegra. Esse feito ocorreu graças a duas declarações feitas por um professor em sua faculdade:

a) Nenhum aluno nunca tirou total em minha primeira prova.
b) Todas as respostas da prova poderiam ser encontradas nos primeiros 7 capítulos do livro texto.

Determinado a ser o melhor aluno de sua sala, ele simplesmente memorizou os 7 capítulos na íntegra. É óbvio que nem todos vocês desejam memorizar mais de 20.000 palavra para uma prova. No entanto, eu método é um bom exemplo de como uma repetição sistematizada, aliada ao bom uso da sinestesia, podem ser utilizadas para se memorizar qualquer coisa.

1. Inicialmente, use um lápis ou processador de texto para anotar, em frases completas, qualquer fato que você julga que possa aparecer em sua prova.
2. Leve suas anotações para uma sala silenciosa, feche a porta e elimine todas as distrações.
3. Leia a primeira frase em voz alta. Em seguida, feche seus olhos e repita a frase sem olhar no papel.
4. Repita o passo acima, agora lendo as 2 primeiras frases.
5. Agora, repita o processo utilizando cada vez uma frase a mais. Repita as frases até que você seja capaz de repetí-las sem o uso do papel.

Após essa sessão de memorização, John recomenda que seus alunos tirem um pequeno cochilo. Segundo o autor, nesse momento, as memórias estão muito vulneráveis e precisam ainda de tempo para se consolidar. Após o cochilo, o professor recomenda que seus alunos repitam mais uma vez todo os 5 passos anteriores, para obter o máximo de retenção.

John se tornou tão bom em sua técnica que passou a ser capaz de aprender a matéria de qualquer prova (por mais difícil que fosse) em apenas 6 horas. Pode parecer muito tempo, mas não é, visto que o professor precisava de no máximo 6 horas para se preparar para qualquer prova, ainda que ele não tivesse nem ao menos aberto o livro durante todo o semestre.

John finaliza explicando que, no que tange técnicas de memória, é importante que você descubra alguma estratégia mnemônica que funcione para você, seja ela qual for. Quando se trata de técnicas de memória, não existem técnicas boas ou ruins: se funciona para você, ela é a técnica correta.

Aliás, John realmente foi o primeiro aluno a conseguir 100% de aproveitamento na prova do professor citado acima.

John está corretíssimo em sua abordagem. Ainda que eu prefira utilizar algum sistema mnemonico complexo para a memorização de textos a utilizar a força bruta (qualquer processo de memorização que não utiliza palavras-chave ou imagens), sua abordagem realmente funciona, visto que ela não apenas respeita o fenômeno da reminiscência, mas também respeita a sinestesia, intercalando os sentidos visuais e auditivos para a criação de códigos de memória mais eficientes.

Gostou desse artigo? Visite já o site http://www.supermemoria.com.br/ para fazer download de muitos outros artigos e programa para tornar sua memória tão boa quanto a minha!

24 comentários:

Allan disse...

Muito bom o texto! Com a preciosíssima informação de que a disciplina é fundamental para a memorização.

Obrigado pela informação, Alberto.

António Moreira disse...

tenho-me interessado pela memorização de tudo o que li é que a memorização se torma mais fácil se a matéria for dada com interesse e recebida no mesmo patamar.

Alberto Dell'Isola disse...

Valeu pela força!! Espero que gostem dos próximos artigos!

Tudo Interessante disse...

Muito bom mesmo.
Cara, tenho um livro seu *leitura dinâmica para concursos*
E coloquei na minha cabeça que poderia usar a memória pra me sair melhor em todo tipo de concurso e vestibulares. por onde eu começo? =D

Alberto Dell'Isola disse...

Allan: você está certo. Sem disciplina, dificilmente conseguimos algum sucesso nos estudos (seja aplicando essa técnica ou qualquer outra).

Antônio: não poderia concordar mais. Sem o interesse, não há técnica de memória que resolva os problemas relacionados a vida acadêmica ou escolar.

Tudo interessante: Meu livro Super-memória para concursos e Técnicas profissionais de memorização, nessa ordem, são um bom começo em direção ao sucesso acadêmico. Além disso, fique ligado no blog! Sucesso e obrigado pela participação.

Doge disse...

Muito bom o post !!

Alberto Dell'Isola disse...

Fico feliz que tenha gostado!!

Nos vemos nas próximas postagens!

Glaucia Alves disse...

Oi, Alberto.
Vi uma reportagem sua no "Papo de Homem" e fiquei bastante interessada no assunto. A propósito, a matéria sobre o calendário ambulante ficou bastante informativa e divertida.


Se seguirmos o método de John Place a risca, por quanto tempo essa informação ficará retida em nossa memória? Nunca a esqueceremos?


Ps. Confesso que tenho uma certa resistência em processos de memorização para assuntos que deveriam ser compreendidos. Sempre fico na dúvida se memorizar um texto de determinada disciplina acadêmica, significa compreendê-la em toda sua extensão.


Obrigada

Anônimo disse...

Parece muito interessante, mas não encontrei nada na internet. Em que lugar poderia achar esse assunto mais aprofundado?

Anônimo disse...

muito bom esse john place , o cara de um desafio dado pelo professor descobriu sua potencialidade. Genial.

Anônimo disse...

Este método além de auxiliar nos estudos é altamente motivacional: parabéns!!

Polly disse...

Olá, sim eu gostei, estava deseperadaaa!!! Pois, minha mente se enchia de conheçimento dava a impressão q seria um sucesso! E, em 02 hs eu tentava recordar e vinha um bco, a mente sofria um bloqueio e se esvaziava totalmente.... Vou tentar este método, e depois deixarei um novo comentário dizendo o resultado... Muito obrigadaaa, estou esperançosa. Pólly

Anônimo disse...

obrigado isso ja me ajudou e deu-me coragem para voltar aos estudos.. tenho de decorar 10 paginas de uma ponta a outra vou espermentar esse metodo....

Anônimo disse...

Alberto, você poderia nos presentear com um método de memorização que ensine verdadeiramente passo a passo como memorizar textos abstratos, tais como longos textos de filosofia ou direito?

Anderson disse...

Caro Alberto, descobri teu blog só recentemente, e confesso que gostaria de tê-lo conhecido antes. TODOS os artigos que li até agora, além de fascinantes, são elucidativos, claros e muito motivacionais. Parabéns pelo trabalho e esforço. Seria ótimo se teus artigos fossem abordados no ensino fundamental e médio, como forma de potencializar a capacidade dos alunos, além de estimulá-los. Grande abraço.

ir.gleidson disse...

tenho muitos versiculos da biblia memorizados e um livro com 5cp.dependendo da historia a ser lida, visualizo o pessonagem, mais estou sempre a procura de algo novo ou seja a MENTE esta a procura.mi ajude a conhecer mais metodo, pois sou um eterno aprediz.

Pedro disse...

DÚVIDA

Usando o tal método do John Place, quando eu paro de repetir a primeira frase?

E a última frase, eu vou repetir uma vez só?

Se for, não tem como dar uma melhorada? Tipo repetir as últimas x frases?

Vou testar aqui pra ver como funciona pra mim. Gostaria de ouvir a sua opinião.

Obrigado por tantas informações tão sensacionais

Rafael disse...

textos extraordinários, é realmente uma pena que não ensinem essas técnicas no colégio, todo o sistema escolar deveria ser modificado, o verdadeiro papel da memória realçado. assisti o curso grátis de memorização que você deu, muito bom, você é muito engraçado!!!
Eu já havia estudado algumas técnicas, consigo memorizar um baralho completo, mas quero chegar a pelo menos 4 completos. Parabéns pelo ótimo trabalho.

Tiago gonçalves disse...

Alberto,eu gostaria de saber se tem como eu memorizar um capitulo inteiro de um livro em um dia e como! Abraços!

Tiago gonçalves disse...

Alberto,eu gostaria de saber se tem como eu memorizar um capitulo inteiro de um livro em um dia e como! Abraços!

Morenna Preta disse...

Só esqueceu de avisar q isso da uma baita dor de cabeça! Mas memorizei uma pagina inteira em 1 hora! Muito obrigada :)

Flávio Salomão disse...

-Primeiramente gostaria de antemão agradecer todo material de apoio exposto neste site. Que bom ter pessoas neste mundo que ajudam aqueles que mal podem pagar uma hora em casas de acessos.
-Gostaria saber se o site www.supermemoria.com.br está desligado!?
Já pesquisei de várias formas e não acho!
-Onde posso encontrar o rol completo dos livros, há alguns sites, mas alguns livros encontram-se indisponível!

Já aderi 2 livros agora é só esperar chegar!
Grande Abraço!

Crislust Lustosa disse...

essa tecnica nao funciona comigo so a da jorna porque?

André Araújo 85 disse...

Muito bom o blog.

Tenho algumas dúvidas.

O blog ainda está sendo monitorado, em uso?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...