quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

A história do arqueiro Arjuna



A história do arqueiro Arjuna é extremamente inspiradora! Tenho certeza que vão adorar! Após lerem, favor comentar!

Drona Archarya foi o maior professor de arco e flecha que já existiu. Drona possuía vários alunos: Arjuna, Ashwathama, Yudhistar e muitos outros. Dentre todos esses alunos, Arjuna era o melhor no arco e flecha. Uma vez, os alunos acusaram Drona de proteger Arjuna. Segundo eles, Arjuna não era tão bom quanto dizia. Desse modo, Drona disse:

“Amanhã, faremos uma competição de arco e flecha para descobrirmos quem é o melhor arqueiro.”

No dia seguinte, Drona colocou um pássaro de madeira no alto de uma árvore, há bastantes metros de distância.

“Veêm aquele pássaro de madeira, no alto daquela árvore? Mirem em seu olho”, orientou o professor.

Então, o professor chama o primeiro aluno a realizar o teste: Yudhistar. Yudhistar escolheu sua melhor flecha, colocou no arco e puxou a corda. Antes de atirar, Drona perguntou: “O que você vê?” “eu vejo o sol, as nuvens e as árvores”. Após responder, Yudhistar soltou a corda de seu arco. A fleche saiu com bastante velocidade, mas tocou o solo há vários metros do alvo.

O próximo estudante a prestar o teste seria Ashwathama. Da mesma maneira que Yudhistar, ele escolheu sua melhor flecha, colocou em seu arco e puxou a corda. Antes de atirar, mais uma vez Drona perguntou: “O que você vê?”. “Eu consigo ver o pássaro de madeira, as folhas em sua volta e uma pequena lagarta em um ramo próximo ao galho”. Ashwathama levou todo o público ao delírio! A maioria das pessoas presentes não conseguia nem ao menos enxergar corretamente o pássaro, quanto mais todos esses detalhes. Finalmente, ele soltou a flecha, que saiu com velocidade em direção à árvore em que o pássaro de madeira estava. No entanto, apesar da visão fantástica de Ashwathama, a flecha alcançou apenas as raízes da árvore onde estava o pássaro. Em seguida, diversos outros estudantes tentaram atingir o olho do pássaro de madeira. Em contrapartida, nenhum deles conseguiu algum resultado mais satisfatório que Ashwthama.

Finalmente, havia chegado a vez de Arjuna. De maneira semelhante à todos os concorrentes anteriores, ele selecionou a melhor de suas flechas, colocou em seu arco e puxou a corda. Veja logo abaixo o diálogo entre Druna e Arjuna, enquanto a corda ainda estava sendo esticada.

Drona: “O que você vê?”
Arjuna: “O olho do pássaro”.
Drona: “Você vê a árvore?”
Arjuna: Não.
Drona: “Você vê o galho?”
Arjuna: Não.
Drona: “Você vê o pássaro?”
Arjuna: Não.
Drona: “Então, o que mais você consegue ver, Arjuna?”
Arjuna: “Nada. Eu só vejo o olho do pássaro.”

Em seguida, Arjuna soltou sua flecha, que saiu com velocidade. No entanto, ao contrário dos outros competidores, a flecha de Arjuna acertou o olho do pássaro com enorme precisão.

25 comentários:

Paulo disse...

Bastante interessante. Enxergar o seu objetivo com precisão e nada mais além dele, coisas "sem valor".

PS: Li a sua entrevista no PdH e vim aqui conferir seu blog. :D

Um grande abraço.

Roberto disse...

Gostei da história.
Tbm li sua entrevista no PhD e agora estou conferindo seus artigos. Parabéns, por enquanto estou a gostar bastante.

Victor Almeida disse...

Ótima reflexão, é fundamental ter "a visão" fixada ao objetivo.

David disse...

Foco...

Guilherme disse...

Li sua entrevista no PdH e vim aqui no Blog.

Parabéns pra vc, por todo o seu esforço em ser o melhor em sua área de atuação !

Geraldo Lins disse...

Tb vi a entrevista no PdH. Gostei demais desse site. Já tô impressionando com o calendário hehehehehe Só errei 2 vezes, de mais de 10 datas.

Jose Mauricio Neves disse...

Ótima estória, porém muitas vezes precisamos olhar além do objetivo, pois o bom senso pode exigir a mudança de objetivo...
Abç,

Paulo Souza disse...

Muito boa a história, nos faz refletir bastante, as vezes temos um objetivo fixado, mas não o alcançamos por falta de foco, queremos focar tudo que tem a volta de nosso objetivo e acabamos por se perdendo no caminho.
Assim como a maioria eu também li a sua entrevista no PdH e gosto muito de assuntos relacionados a memória, neurolinguistica entre outros, com certeza serei um leitor presente de seu blog.
Abraços.

Wandinha disse...

Uma história simples, porém muito interessante. É mais que fundamental focalizar nossa visão em nosso alvo. Muitas vezes, por querer fazer muitas coisas ao mesmo tempo, acabamos ficando sem objetivo, e não executamos com perfeição nenhuma das coisas que nos propusemos a fazer.
Li sua entrevista no PdH. Eu sou a senhora sem memória, por isso vim futucar por aqui pra ver se saco seus macetes suahsuahuhs
Beijos \o/

O'Vergara disse...

Hehe... parece que fez bem pra vc a entrevista para o PdH!! XD

Assim como muitos, tbm li sua entrevista, e já assinei o feed do blog!! Mais um pra minha leitura diária!!
Mto bom!

António Moreira disse...

...quando estamos apaixonados naquilo que gostámos,o tempo corre depressa tudo flui espontaneamente só há um objectivo é misturarmos com corpo e alma na concentração do objetivo.

Alberto Dell'Isola disse...

Agradeço a todos pela participação! Infelizmente, passei a semana passada toda em viagem e não pude responder todos os comentários. Voltem sempre e continuem comentando!

Leda Mírian disse...

....amei a história, se olhassemos mais para o amor com certeza quem reinaria seria a paz...

Arnaldo disse...

David resumiu bem msm... FOCO... Tb devo minha visita ao site papo de homem, e me impressionei também com a qualidade do seu blog. Parabéns!

Alberto Dell'Isola disse...

Valeu pelos comentários!

Depois, vou passar pro Dr. Love a comissão de vendas do livro pelo blog! hehehe

Anônimo disse...

Parabens casal sou de BH vi a entrevista de vcs no jô e acessei o blog mto bom valeu sucesso e abraços

Att.Rogério Soares Rosendo

Gislaine Albuquerque disse...

Vi sua entrevista ontem no programa do Jô Soares e achei ótima.Vcs são muito bons, to aki conferindo seus artigos.
Bjos e abraços.

Anônimo disse...

Cool web site, I had not come across memorizacao.blogspot.com previously during my searches!
Carry on the excellent work!

TROGLOBIO MC disse...

Eu sou o DANIEL LUFUPA DE AFRICA Angola mas etou estudando no brasil eu conheci o seu trabalho em AFRICA pela TV eu gostei de ver o que voce fazia alberto era um espectaculo e eu sempre fui muito esquecido mas graças a DEUS estou melhorando com varias tecnicas suas .mas uma vez peguei uma lição muito boa nesse testo mim deu a força que eu precissava .oubrigado alberto continua a postar eu estou sempre no blong.valeuuuuu

TROGLOBIO MC disse...

Eu sou o DANIEL LUFUPA DE AFRICA Angola mas etou estudando no brasil eu conheci o seu trabalho em AFRICA pela TV eu gostei de ver o que voce fazia alberto era um espectaculo e eu sempre fui muito esquecido mas graças a DEUS estou melhorando com varias tecnicas suas .mas uma vez peguei uma lição muito boa nesse testo mim deu a força que eu precissava .oubrigado alberto continua a postar eu estou sempre no blong.valeuuuuu

Anônimo disse...

Ótima parábola! :D

Professora Joelma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Professora Joelma disse...

Primeira vez que visito seu blog e gostei.Minha memoria é pessima, perco tudo com uma facilidade incrivel. Preciso de dica para melhorar.

Abraços.

NADJA BISCUIT disse...

Focar os objetivos essa é a chave para o sucesso...

Max disse...

Blah, pseudo-sabedoria de botequim

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...