terça-feira, 10 de abril de 2007

Fenômeno da reminiscência

Olá amigos!

Decidi postar sobre o fênomeno da reminiscência. Apesar de não ser uma técnica de memorização, percebo quantos alunos fracassam academicamente simplesmente por desconhecerem esse fenômeno. Preparados para mudarem sua vida?

O fenômeno da reminiscência foi descoberto (por acaso, eu diria) em experiências que desejavam quantificar o tempo que se leva para esquecer qualquer coisa. Como esperado, as experiências mostraram que qualquer informação adquirida precisa ser revista com frequência para não ser esquecida (nenhuma novidade até aqui).

Um psicólogo inglês, P. B. Ballard, no entanto, descobriu que algum tempo depois de a pessoa adquirir um conhecimento, sua fixação é maior que imediatamente após a aquisição. Não entendeu? Bem, vamos então ao experimento do psicólogo.

O psicólogo fez um experimento envolvendo garotos de doze anos acostumados a aprender poesia no colégio. Estabelecendo como "unidade" o número de palavras que as crianças eram capazes de lembrar imediatamente após haverem lido a poesia pela primeira vez, e dando a esse número o valor 100, eis o que o Dr. Ballard encontrou:

Imediatamente após a leitura .......................................... 100
Um dia depois a média era ................................................ 111
Dois dias depois a média era ..............................................117
Três dias depois a média era ..............................................113
Quatro dias depois a média era ......................................... 112
Cinco dias depois a média era ............................................ 111
Seis dias depois a média era ............................................... 99
Sete dias depois a média era .............................................. 94

Vocês podem perceber quem nos cinco dias que se seguiram ao aprendizado, o efeito da reminiscência aumentou o poder de memória das crianças um ponto além da memória original.

Utilizando o fenômeno da reminiscência

Certamente você já ligou alguma vez para a operadora de telefonia para descobrir algum número telefônico. Quando não temos caneta e papel por perto, costumamos repetir o telefone centenas de vezes em nossa cabeça. Com medo de que os números caiam de nossa cabeça, ligamos para o dono do telefone recém descoberto... e torcemos para não dar ocupado! Se der ocupado, esquecemos! Não é assim?

A primeira regra da reminiscência para o aprendizado (não apenas de números) é: Um momento de descanso vale mais dois momentos seguidos de repetição.

Depois de haver repetido a informação a ser memorizada, faça uma pequena pausa e repita-o outra vez. Depois, faça outra pausa e repita novamente. Cada pausa permite que o fenômeno da reminiscência atue, aumentando a probabilidade de que você se lembre mais tarde.

Assim, nada de ficar repetindo fórmulas matemáticas ou leis como um papagaio! Mais tarde posto sobre os flash cards, outra aplicação do fenômeno da reminiscência.

Gostou? Que tal fazer a propaganda do blog para seus amigos?

Sucesso!


5 comentários:

Verusca disse...

texto interessante, precisa ser realmente divulgado!

Anônimo disse...

muito legal mesmo primeira coisa que memorizei foi teu nome Alberto Dell'isola..

cristiane disse...

Acho que irei experimentar...depois digo se deu certo!

naldo disse...

valeu teu blog está muito legal, vou utilizar suas tcnicas para ir melhor nos estudos, valeu !!!!

Jeferson031 disse...

mt bom bom parabens pelo blog gostei msm vou praticar aki

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...