sábado, 6 de fevereiro de 2010

Memorização de números - parte 2

(Gostou do artigo? Deixe seu comentário! Quem sabe conseguimos criar um debate interessante sobre esse tema?)

Para entender essa segunda parte, é preciso que você tenha lido a primeira parte. Agora que você compreendeu a substituição de números por letras, poderemos criar substitutos para os números baseados no alfabeto. Assim, se você quiser criar um substituto para o número 1, você deve escolher uma palavra que tenha somente uma consoante: T ou D. Seguindo o mesmo raciocínio, se quisermos uma palavra que substitua o número 43, teremos que criar uma palavra com dois sons consonantais: R e M respectivamente.

Dessa forma, é fácil perceber que o número 03 é diferente do número 3. Isso porque ao traduzirmos o número 03 para consoantes, teríamos um S e um M,
respectivamente. O número 3 se converteria em uma palavra que contivesse apenas uma consoante: M.
O sistema baseado no alfabeto fonético é o método mais ensinado e praticado em cursos de memória, dada sua facilidade e aplicabilidade. Infelizmente, muitos cursos de memória esquecem de enfocar a importância dos locais para suas imagens mentais. Assim, se quiser utilizar o sistema fonético para memorizar 100 palavras, é importante que você escolha um local adequado, onde as imagens irão interagir.
A seguir seguem-se as 111 palavras básicas do alfabeto fonético:

Alfabeto Fonético – As 111 Palavras Básicas



0. Céu
1. Teia
2. Anão
3. Mãe
4. Rei
5. Olho
6. Jóia
7. Cão
8. Uva
9. Baú
10. Taça
11. Dado
12. Tina
13. Timão
14. Terra
15. Tela
16. Tacha
17. Taco
18. Divã
19. Diabo
20. Noz
21. Índio
22. Ninho
23. Nome
24. Nero
25. Anel
26. Anjo
27. Nuca
28. Navio
29. Nabo
30. Maçã
31. Moto
32. Moinho
33. Mamão
34. Mar
35. Mola
36. Ameixa
37. Maca
38. Máfia
39. Mapa
40. Rosa
41. Rato
42. Rena
43. Remo
44. Arara
45. Rolha
46. Rocha
47. Arca
48. Rifa
49. Robô
50. Laço
51. Mata
52. Lona
53. Limão
54. Louro
55. Lula
56. Lixa
57. Laka
58. Luva
59. Lupa
60. Giz
61. Jato
62. China
63. Gim
64. Jarro
65. Gelo
66. Chuchu
67. Jaca
68. Chave
69. Chapéu
70. Gaze
71. Gato
72. Cana
73. Goma
74. Gorro
75. Galo
76. Caixão
77. Coco
78. Gavião
79. Goiaba
80. Vaso
81. Veado
82. Vinho
83. Fumo
84. Ferro
85. Violão
86. Faixa
87. Faca
88. Fofão
89. Fubá
90. Paz
91. Pato
92. Piano
93. Puma
94. Burro
95. Bola
96. Peixe
97. Boca
98. Pavão
99. Pipa
100. Cesto

00. Saci
01. Seta
02. Sino
03. Sumô
04. Siri
05. Selo
06. Soja
07. Saco
08. Sofá
09. Sopa

13 comentários:

Nelson disse...

Alberto,
Recentemente comprei um audio livro seu, sobre técnicas de memorização para concursos e gostei muito.Inclusive fala sobre este método de memorização de números.
Gostaria de informaçoes sobre o método de memorização de textos e tb se vc já trabalhou em algum metodo para memorizar os movimentos em uma partids de xadrez.
Obrigado!

50 sorrisos disse...

Ok, ok estou me tornando uma viciada em técnicas de memorização rsrsrs. E a culpa é desse blog, quero tentar memorizar tudo agora kkkkkk. Existe alguma técnica especial para memorizar fórmulas de física, matemática? Ou seria tipo estava saindo do meu quarto quando tropecei na fórmula de báskara caída no chão (e logo após colocar a fórmula)numa imagem mental caída no chão? Além disso qual a melhor técnica que você considera para memorizar p.e um livro de 300 p. por exemplo e em quanto tempo você acha possível uma iniciante fazer isso? Além do que o método dos flash cards é ótimo. Obrigada conheci através de você estou aplicando e muito feliz e surpresa com o resultado.

Alberto Dell'Isola disse...

Nelson: no meu livro Super-memória voce também pode ter uma, abordo uma técnica para o xadrez. Sua dica está anotada! Em breve posto a respeito.

50 sorrisos: Existem algumas técnicas específicas para memorizar fórmulas - futuramente, pretendo escrever a respeito. No entanto, sinceramente, ainda acho que os flash cards sejam uma técnica mais eficiente e fácil de se aplicar no dia-a-dia.

Yago disse...

Olá, já venho acompanhando seu blog há um tempo e possuo dois dos seus livros (Leit. Dinâmica e Téc. Prof. de Memorização). Aprecio muito seu trabalho e sua iniciativa de incentivo à saúde da mente. Foi procurando sobre Leit. Dinâmica, na verdade, que "encontrei" vc e todo um leque se abriu. Agora venho pesquisando muito sobre Mnemotécnica, Taquigrafia, PNL e outras coisas. Tenho 16 anos e agora estou muito interessado nesse tipo de coisa, começando a treinar diariamente , com a principal intenção, por agora, de melhorar meu estudo e exercitar o cérebro. Também estou divulgando à amigos e familiares. Tenho uma enorme sede por conhecimento, de todo tipo, mas parece que uma péssima memória (ou talvez um péssimo método para absorver informações xD).
Gostaria que me esclarecesse uma dúvida, se possível. O que quis dizer com "escolher um local adequado para as imagens interagirem"? Seria escolher um local onde, por exemplo, Céu interagisse com Teia, com Anão, e assim por diante (estabelecendo um link entre todas) e estar completamente familiarizado com que nº cada palavra significa? Assim, quando pensar no local estaria vendo todas essas coisas como em uma jornada? Se for isso, teria alguma dica para ajudar a memorizar todas as 111 palavras e interligá-las em uma jornada? >: É q ainda não estou acostumado a criar Jornadas muito grandes, então fica meio difícil memorizar 111 coisas em uma só jornada (levando em consideração que é realmente uma jornada, pq na verdade não tenho certeza sobre o q vc quis dizer)...
Grato desde já! (: Me desculpe por escrever tanto, acabei me empolgando aqui D:
(y.motta@hotmail.com)

Alberto Dell'Isola disse...

Yoga, obrigado por seu comentário! Não se preocupe em escrever bastante: isso apenas facilita a resposta.

Quando mencionei o uso dos locais, me referia ao uso de uma jornada. Suponha que você deseja memorizar o número de telefone de seu vizinho. Nesse caso, você deve imaginar cada imagem do alfabeto fonético interagindo nos cômodos da casa de seu vizinho.

Se você não utilizar jornadas, os números acabam se perdendo em sua mente.

Espero ter respondido à sua dúvida. Caso contrário, pergunte novamente!

Abraços!

César disse...

Estou com um pouco de dificuldade em memorizar essas 111 palavras, demora um pouco mesmo para memorizar todas elas? Alguns numeros como o 16, 17,18, 19, 25 tenho dificuldade em lembrar sua respectiva imagem, já outros como o 1, 2, 3, 12, 22... eu me lembro rapidamente. Pode me dar uma dica de como treinar mais ou criar associções?

Anônimo disse...

xxxxxxxxxxx

Herbert Gustavo disse...

muito bom o curso posso trocar as palavras dificéis ???

Anônimo disse...

o 51 está mata ao invés de lata ;)

aviadormiranda disse...

Olá.
Os pilotos de aeronaves tem muitas listas para decorar, principalmente procedimentos de emergência. Você tem algo a respeito ou alguma técnica? O maior problema é a rapidez no processo, ou seja, se der pane, precisamos rapidamente lembrar e executar. O que recomenda?
Forte abraço.

Fabio Cesar disse...

Gostei muito dessa técnica. Ela está sendo útil para mim no meu trabalho e no meu cotidiano (especialmente para decorar números de telefone, datas de aniversário e senhas).

Para aprender as 111 palavras, imaginei uma historinha (absurda demais para contar hehehe) envolvendo as palavras da lista em sequencia. Não precisei ler de novo para decorar!

Claro, precisei de um pouco de prática para chegar ao ponto de ver uma sequencia numérica e compôr uma história rapidamente com as palavras correspondentes.

Kennedy Ferreira disse...

Onde Encontro o alfabeto Fonético Completo? Obrigado Pelas Dicas, Desde o Ano Passado Muito têm Me ajudado, desde já agradeço... Fique Com Deus...

Alessandro Martins disse...

Alberto, atenção para a palavra correspondente ao 51. Está "mata". Creio que deveria ser "lata" ou outra que começasse com a letra L. Abraços e obrigado! Tenho aprendido muito contigo e com sua generosidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...