sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Aprendendo a Sublinhar – Parte 2

Olá, amigos do Supermemória! Na postagem passada, vimos o por quê do excesso de sublinhado. Hoje veremos como evitar esse excesso e assim sublinharmos de forma econômica e eficiente. A maioria das pessoas diz que sublinha somente o que entende como sendo as partes mais importantes do texto. Assim, em momento posterior, somente passaria a ler aquilo que foi sublinhado.

Porém, se sublinhamos quase o texto todo, é provável que no próximo estudo do texto tenhamos que lê-lo todo de novo! Precisamos acabar com isso!

Inicialmente, precisamos saber que o objetivo do sublinhamento é a posterior elaboração de uma síntese, que é o conjunto de idéias principais que traduzem a essência do texto.

Em nossa leitura, é importante que nos desprendamos das palavras e nos liguemos às idéias. Isso nos ajudará bastante a sublinharmos menos palavras. Muito bem, agora que sabemos que o objetivo do destaque do texto é retirar as idéias principais que traduzam a sua essência, eis uma informação fundamental:

Quem está lendo o texto pela primeira vez, não tem condição alguma de destacar nada!

Se o destaque serve para a reprodução da essência do texto e ainda não lemos o texto por pelo menos uma vez, você não terá qualquer noção dessa essência. E sem essa noção, tudo nos parecerá importante! Aí reside a causa do excesso de destaque.

Costumo fazer um paralelo da leitura com o ato de assistir a um filme no cinema. Quando vamos ao cinema, nós vemos o filme de uma vez só, sem pausas. Você já percebeu que, após assistirmos ao filme, temos condições plenas de resumi-lo, apontar as suas partes principais e até elaborar críticas quanto ao seu conteúdo?

Sob essa perspectiva, se nunca vimos o filme, certamente não teremos condição alguma de apontar as partes principais dele, justamente porque desconhecemos a sua essência.

Então, a dica para destacar é que você leia todo o conteúdo do texto, livro ou mesmo do capítulo a ser estudado, para que você tenha a noção plena de sua essência, de sua totalidade.

Feito isso, aí sim, passe a sublinhar o que você agora já sabe que é realmente o mais importante no texto. Com essa prática, temos certeza de que você já destacará muito menos trechos do seu texto e certamente, com muito mais consciência e firmeza.

Na semana que vem, falaremos sobre os aspectos do propósito e da compreensão do texto.

Abraços Turbinados!

Um comentário:

Felipe melo souza disse...

Vir nesse blog por recomendação,muito bom mesmo,fiquei feliz por não perde meu tempo,eu tava precisando de grampo de celular e me recomendaro esse aqui http://www.espiaosip.com.br/celular-espiao.html sera que é bom?alguem ja ouvi falar?abraços,e parabens pelo blog

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...