segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Autossabotagem - Parte 1

(Gostou do artigo? Deixe seu comentário! Quem sabe conseguimos criar um debate interessante sobre esse tema?

A autossabotagem é um dos maiores inimigos dos estudantes. Desse modo, resolvi criar uma série de postagens sobre esse tema. É incrível a habilidade que o ser humano possui em criar estratégias para se enganar. Ainda me lembro da minha habilidade em me autossabotar na época do colégio. Bastava um convite para algum passeio interessante para o processo de autossabotagem se iniciar. Apesar de precisar estudar no final de semana, facilmente eu me convencia de que poderia levar meus livros para esse passeio e estudar lá. No entanto, os livros nem ao menos saíam do carro! Mais uma vez, o processo de autossabotagem aconteceria: eu conseguia me convencer que, ao chegar do passeio, eu teria tempo de estudar. Ao chegar do passeio, bastante cansado, mais uma vez eu me autossabotava: “Ah, chego mais cedo no colégio para estudar”. Assim, o processo de autossabotagem ia se alongando até o momento de realizar a prova.

Reforçamento positivo contra a procrastinação


Quando nos deparamos com qualquer tarefa indesejável, ela geralmente concorre com diversas outras tarefas muito mais interessantes. Por exemplo, imagine que você deseja passar para algum cargo público. Ainda que existam motivações para que você estude, o estudo irá competir com diversas outras atividades, como por exemplo ver TV, fazer um lanchinho, ligar “rapidinho” para um(a) amigo(a), jogar videogame, dentre outros. Uma grande solução para essa disputa é simplesmente utilizar essas atividades como os reforçadores da própria tarefa indesejável (nesse caso, o estudar, mas poderia ser qualquer outra).

Fazendo sua lista de tarefas agradáveis

Nesse momento, coloque todas as tarefas que lhe impedem de executar as suas tarefas e que você tenha controle sobre elas. Por exemplo, se você possui filhos, possivelmente essa é uma atividade sobre a qual você não possui tanto controle. Em contrapartida, jogar videogame ou ligar para a namorada são tarefas sobre as quais você tem total controle (ou ao menos, deveria ter).

Agora que você já fez sua lista de tarefas agradáveis, elas são suas recompensas para a conclusão de cada tarefa incompleta. O processo é muito simples. Suponha que você adora fazer compras no shopping e, insistemente, interrompe ou procrastina alguma tarefa importante por causa de seus inúmeros passeios até lá. Nesse caso, ir ao shopping será sua recompensa para a conclusão de sua tarefa. Assim, você só deverá ir ao shopping logo após a conclusão da tarefa que você insiste em protelar.


Imagine agora que você gosta de assistir televisão. Agora, sua recompensa será assistir TV. Desse modo, você se compromete a assistir televisão apenas após a conclusão das atividades a serem concluídas hoje.

Além de atrapalharem suas atividades importantes, essas outras tarefas agradáveis acabam por trazer consigo a dor e a culpa. Quem nunca se sentiu culpado por estar vendo um filme na TV em vez de estar estudando ou trabalhando em seus projetos? Em contrapartida, ao transformarmos essas tarefas em reforçadores, você as realizará sem qualquer culpa ou remorso.

Assim, ao transformar suas distrações em reforçadores positivos, eles passarão a ser um dos grandes motivos pelos quais você não deverá procrastinar.

Importância de se pagar a recompensa

Imagine que você prometeu a si mesmo(a) alugar um filme na locadora se conseguisse terminar toda a lista de exercícios de Direito Constitucional da apostila de seu cursinho. Nesse caso, é importantíssimo que você cumpra sua promessa. Caso você não cumpra a recompensa, você corre o risco de voltar a enxergar as atividades de lazer como algo nocivo. Assim, se você realizou todas as suas metas diárias, nada mais justo que você receba um prêmio por isso.

Continua...

11 comentários:

André Pereira disse...

Alberto,
Te acompanho há algum tempo e quero te congratular pelo blog, que é simplesmente fantástico!
Obrigado tb pelas dicas para não me auto sabotar, meu maior problema sempre foi a procrastinação.
Parabéns.

Alberto Dell'Isola disse...

André: Valeu pela força! Agradeço pelos elogios e por ajudar na divulgação do blog. Abraços!

Rascon disse...

Excelente blog.
Sugiro uma postagem específica sobre como melhorar a concentração, se é que já não existe uma com esse intuito.

Jomar Filho disse...

Mais uma postagem muito interessante que mostra a realidade de muitos estudantes. Parabéns Alberto. Forte Abraço.

Nath disse...

Alberto, agora sei que não sou a única! Ótima postagem! Sugiro um post sobre o assunto "concentração" também, que considero FUNDAMENTAL.

Parabéns e continue postando!

Anônimo disse...

Ótimo post... deixa bem claro que todos temos que nos policiar entre lazer, trabalho/estudo, mantendo sempre uma dose correta entre as duas.
Assim como os outros gostaria muito que fosse abordado o tema concentração... Tenho uma grande dificuldade em me concentrar nos estudo.. uma parte sei que é autossabotagem e já começei a trabalhar esse assunto a partir de suas considerações sobre o assunto.

Alberto Dell'Isola disse...

Agradeço a todos pelas constribuções. Em breve, farei um post sobre técnicas de concentração.

Abraços!

Diogo disse...

Ah cara, o meu maior problema deve ser esse, e o pior que eu me culpo mesmo!
Não sei porque, mas não consigo estudar mesmo tento grandes motivos pra isso... ;/
E isso é chato!

Vitor disse...

Estou acompanhando o seu blog e estou gostando muito do material esta de parabens, e a autossabogem com procrastinação é um dos meus maiores problemas.

Frutalense disse...

Realmente o processo de alto sabotagem existe e sou uma vítima viva de mim mesmo, ou seja, sou refém dessa situação desagradável. Gostei da ideia do processo de recompensas, uma vez que eu me recompenso sempre antes da conclusão do processo ao qual iniciei meus esforços. Irei adotar o método sugerido, pois achei bem interessante a técnica do ponto de vista de se esperar algo em troca de alguma tarefa que necessite ser executado com sucesso.

Karina Sakurai disse...

Seu blog é brilhante! Comecei a acompanhá-lo recentemente e devo lhe agradecer pelas melhorias nos horários de estudo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...